• Pedro Balga

Gestão Financeira em tempos de Crise

Atualizado: Mai 21

Quais as melhores medidas financeiras para o cenário de crise econômica?


O cenário econômico passa por uma crise financeira com efeitos ainda não mensuráveis a curto prazo. Como podemos proteger os nossos negócios? Quais medidas internas e externas para contenção de gastos. Como podemos equilibrar as contas e conservar o caixa neste momento? Quais os riscos futuros estamos correndo? Quais cuidados devemos tomar? Este artigo foi desenvolvido com base em estudos e projeções econômicas do cenário mundial. #coronavírus


Mantenha o caixa da empresa equilibrado adotando medidas contingenciais ao longo do período de Pandemia.

Uma grande parcela dos empresários brasileiros estão sofrendo com o período de Pandemia. Isso se dá principalmente pelo fechamento do mercado não essencial. É de suma importância respeitar as normas coletivas de saúde para que o Coronavírus não se propague em sua região. Mas, como empresários, precisamos pensar em alternativas viáveis para a manutenção da lucratividade ou redução dos impactos do período de retração de consumo.

Medidas governamentais que podem ser adotadas


As primeiras medidas que são importantes para reduzir os impactos da crise financeira nos negócios são provenientes de medidas provisórias adotadas pelo governo. Elas flexibilizam, principalmente, um apoio ao pagamento dos salários dos funcionários em até 70%, com redução de jornada proporcional. Ou até mesmo, o cancelamento pelo prazo de dois meses do contrato de trabalho. Essas medidas suavizam os impactos da folha de pagamento, que normalmente é o principal gasto das empresas. Além disto, o governo divulgou uma série de medidas provisórias para postergação de impostos e tributos. Outra medida que você pode analisar a viabilidade, é a disponibilização de linhas de créditos com juros baixos (a partir de 3,75% ao ano), que irão exigir da empresa critérios de elegibilidade como a faixa de faturamento. Essa medida também tem o objetivo principal de subsidiar o pagamento da folha de funcionários, evitando assim o aumento exacerbado do desemprego, que já está ascendendo desde o início da pandemia. #gestãofinanceira #gestãodecrise #Pandemia


Para mais informações sobre este tópico acesse as Medidas provisórias 936 e 944:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/mpv/mpv936.htm

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2020/Mpv/mpv944.htm


Cuide do caixa prioritariamente

Toda empresa deveria manter o fluxo de caixa positivo e com uma cobertura mínima, mas não é o que acontece com a maior parte dos pequenos negócios, que em geral, lutam para sobreviver.

Se sua empresa se encontra nesta situação, não é uma novidade para os especialistas de negócios. No Brasil, grande parte dos pequenos negócios não sobrevivem ao primeiro ano de empreendimento e temos um ambiente de empresas familiares bem amplo. Isso ressalta ao olhos com práticas de gestão muitas vezes antigas e sem devidos cuidados ao se investir no negócio. Outro fator que chama atenção no Brasil é que grande parte das empresas vive sem saldo de caixa suficiente para garantir suas operações por mais de trinta dias. Outra falha comum é a retirada de toda a lucratividade do negócio para os sócios e não deixar essa cobertura mínima que é imprescindível em momentos de crise e grandes oscilações. Todo negócio envolve risco, mas o que se sabe é que uma empresa normalmente quebra pela falta de caixa. São essenciais neste momento algumas medidas simples para proteger o caixa tais como: #fluxodecaixa


- Renegociar títulos com fornecedores (Aumentar o prazo de pagamento reflete em melhoria do caixa);
- Reduzir os estoques (Nesse momento sempre que vender e for possível, utilize o seu estoque);
- Comprar apenas itens essenciais para operar o negócio;
- Priorizar vendas a vista sempre que possível, mesmo que seja com um desconto;
- Separar serviços contratados essenciais dos não essenciais e renegociá-los no período;
- Renegociar contratos fixos de médio e longo prazo;
- Postergar empréstimos e renegociá-los;
- Crie um comitê de crise para tratar assuntos especiais.

Cuidados Especiais


Muitas destas medidas que podem ser adotadas tem efeito temporário sobre o negócio. Parte das reduções do período não são necessariamente reduções e sim postergações. Isso significa que a conta vai ficar mais alta nos períodos pra frente, exigindo que a operação fique mais rentável. Portanto, tome as medidas com cautela, entendendo bem os seus efeitos momentâneos e futuros. Conte com nossa equipe para saber mais sobre Gestão Financeira e medidas essenciais para Gestão no período de Crise. #fiqueemcasa

75 visualizações

(81) 99877-7977

(81) 3032-3988

©2020 por Gestex Consultoria.